Ganhos longevos no judô e aikido

Um estudo da universidade estadual de Campinas, no interior paulista, avaliou a saúde de 24 indivíduos com mais de 60 anos que praticavam Judô e Aikido por décadas.

“Observamos ganhos na movimentação, no equilíbrio e na flexibilidade, além do aprendizado na forma de cair  para não se machucar”, lista o pesquisados Eduardo Hebling.

Também há pontos a favor da socialização.

“Eles se sentem respeitados, ativos e com a sensação de pertencimento a um grupo”, completa Eduardo. Cabe notar que, com o envelhecimento, as aulas se tornam adaptadas e menos intensas.