12 dicas para cuidar do seu kimono (dogi)

Cuidados com o Kimono são sinal de respeito com seu mestre, colegas de treino e você mesmo.

Cuidados com o Kimono são sinal de respeito com seu mestre, colegas de treino e você mesmo.

Você já deve ter se perguntado qual a melhor maneira de cuidar do seu kimono (dogi), será que devo lavá-lo após cada treino?, como faço para não encolher?, como manter os dogis brancos continuarem brancos após várias lavadas?

Segue algumas dicas que podem ajudar:

 

1 – Quanto mais dogis, melhor.

A quantidade de dogis que você deve ter deve ser compatível com a quantidade de treinos semanais. Com apenas 1 dogi , você não pode treinar a semana inteira. O ideal é que você tenha 1 dogi para cada dia de treino, mas se isso não for possível, você deve compensar mantendo sempre limpo!

 

2 – Dogi limpo, sinal de respeito.

Sempre treine com dogi limpo! O aikidoista deve sempre se apresentar com o seu melhor. Isso demonstra respeito ao mestre, aos companheiros de treino e principalmente com você.

 

3 – Frequência ideal de lavagem do dogi.

Lave seu dogi após cada treino. Se não for possível (a única coisa que justifica é se estiver faltando água na sua casa) pelo menos estenda em local arejado, deixe-o aberto para que o suor evapore. O suor é acido uréico, e por isso corrosivo, e é mais inimigo do seu dogi do que os alvejantes.

 

4 – Não utilizar cloro ou alvejante na lavagem.

Nunca, em hipótese nenhuma utilize alvejantes, cloro ou similares. O tecido do seu dogi perde a resistência e fica suscetível a rasgos, pois tem sua durabilidade reduzida.

 

5 – Como manter os dogis sempre brancos.

Uma técnica bem interessante e muito utilizada é aplicar bicarbonato de sódio (1/2 copo americano) por dogi a ser lavado. Ele ajuda a deixá-los ainda mais brancos, sem agredir o tecido. Caso alguma mancha persistir, você pode deixar de molho com sabão em pó neutro ou utilizar uma quantidade bem pequena de produtos como Vanish e similares.

 

6 – Lave seu dogi do avesso.

O atrito com a pele remove as células mortas, por isso lavando do avesso facilita que elas sejam removidas do tecido.

 

7 – Utilize água fria.

A água quente ajuda a fixar sujeira e manchas de sangue, além de facilitar o encolhimento do dogi.

 

8 – Utilize amaciante neutro.

Você pode utilizar amaciante, de preferência neutro.

 

9 – Seque à sombra.

Evite secar em secadoras. Isso pode provocar o encolhimento do dogi.
Para secar pendure sempre à sombra. Evite o sol pois o calor faz com que as fibras enrijeçam e fiquem com aspecto “áspero”. Além disso ele irá encolher com maior facilidade e limitará seus movimentos.

 

10 – Como manter limpos os dogis quando treinar todos os dias.

Se você treina mais de 2 vezes por semana, tenha no mínimo 2 dogis e intercale a utilização.

 

11 – Não guarde o dogi suado.

Nunca, mas nunca mesmo deixe seu dogi sujo, jogado em um canto de casa, no porta-malas do carro, ou então dentro da sua mochila de treino. Além de estragar o tecido, será uma festa para as bactérias.

 

12 – Como fixar os patchs e emblemas.

Fixe somente patchs e emblemas permitidos por seu Dojo. Nunca utilize cola para fixar os patchs, sempre costure. Além de mais seguro e esteticamente mais bonito, não agride e nem estraga o tecido.

 

Sabemos que um kimono (dogi) bom e resistente custa caro, portanto se você seguir essas dicas seus kimonos irão durar muito mais! Seus colegas de treino, e principalmente seu bolso irão agradecer.